,

A “alma mais honesta do mundo” é testemunha de um criminoso

O ex-presidente Lula continua sua peregrinação pelos corredores da Justiça brasileira sempre na condição de réu mas desta vez será diferente. Lula agora fará a vez de testemunha.

Nesta terça-feira (04) o ex-sindicalista presta depoimento ao juiz federal em Brasília porém com uma diferença: Lula é testemunha do seu amigo Eduardo Cunha, ex-deputado federal.

Surpreendentemente o líder petista vai depor de forma a aliviar a barra de Cunha.

Neste processo, Cunha é acusado de ter cobrado propina de empresários para liberar empréstimos com juros reduzidos por meio do fundo de investimentos abastecido com dinheiro dos trabalhadores.

Nada melhor do que convocar como testemunha, um cúmplice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *