,

A mãe de Geddel não escapou

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, encaminhou ao Supremo Tribunal Federal as denúncias contra os irmãos Geddel Vieira Lima e Lúcio Vieira Lima, ambos do PMDB, envolvidos no escândalo de corrupção que descobriu R$ 51 milhões em espécie em um apartamento na Bahia.

Os irmãos Vieira Lima terão, quem sabe, uma companhia que os deixará surpresos.

Raquel Dodge denunciou também a mãe de Geddel. Dona Marluce é apontada de participação no esquema que desviou recursos, possivelmente, da Caixa Econômica Federal. Os milhões em espécie encontrados em malas de dinheiro, no apartamento, haviam sido guardados no closet de dona Marluce.

A PGR pede que a prisão domiciliar de Dona Marluce em razão da participação no esquema de lavagem de dinheiro.

Agora caberá ao ministro Edson Fachin, relator do caso no Supremo Tribunal Federal, decidir sobre o pedido de Raquel Dodge.

Um Comentário

Leave a Reply
  1. Então, aqui agora se confirma, por um fortíssimo argumento, que não devíamos prender ninguém, por crimes hediondos e corrupção. Depois de devolvidos valores, inclusive dos laranjas e tudo mais, os criminosos deveriam receber uma passagem de ida para qqer país c/ a condição de n~ mais voltar com a pena de pegar prisão solitária, em definitivo, se voltar algum dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *