,

Ajude a combater mais um boato maldoso contra o juiz Sérgio Moro

A máquina de assassinar reputações da esquerda está em plena atividade

Há alguns anos, e sem sucesso, a máquina de reputações da esquerda concentra forças contra o juiz Sergio Moro. A última deles é o “Caso Banestado”, escândalo envolvendo o referido banco do Paraná em remessas de dólares para o exterior.

Primeiro, a boataria mentirosa, depois voltamos com os fatos:

Pois bem, não é nada disso. Sergio Moro condenou QUATORZE envolvidos no caso. Sua atuação foi considerada “excessiva”, curiosamente, pelo mesmo Gilmar Mendes, do STF, que hoje é crítico da primeira instância da Lava Jato. Anos depois, o STJ anulou a condenação de sete dos quatorze sentenciados por Moro.

Foi isso que houve, bastaria checar as fontes reais.

Ah, mas e o Alberto Yousseff? O doleiro fechou acordo de delação premiada, que permitiu a condenação daqueles quatorze réus. Depois de novamente se envolver em práticas delituosas, o acordo foi revogado e e ele recebeu condenação TAMBÉM no caso Banestado, em 2014.

Desse modo, para conseguir atenuar a própria situação, ele precisou REALMENTE fazer uma delação bem caprichada, para que a justiça conseguisse alcançar pessoas até então “inalcançáveis” – e é esse o espírito do instituto da delação.

Foi o que houve e, graças ao procedimento, a Lava Jato chegou aonde está.

É preciso, portanto – e mais do que nunca -, combater as boatarias da esquerda. Eles não estão nada felizes com isso de pessoas “inalcalçáveis” terem sido alcançadas.

3 Comentários

Leave a Reply
  1. Pergunta a Vilas Boas. Tenho respaldo das forças armadas pasra prender os ladrões? Se a reposta for sim, bota prá lascar se não. Não adianta até tu vai ser preso.

  2. Se esses desmentidos contra Moro surgissem com a mesma intensidade com que a Veja e alguns blogs fascistas caluniam/acusam Lula desde e sempre, a correlação de forças estaria igualada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *