,

Analista do SANTANDER que previu desvios do PT ganha indenização do banco

Lula mandou demitir a funcionária do banco

Sinara Policarpo ficou conhecida após falar a verdade sobre as projeções econômicas desastrosas que o governo comunista do PT traria sobre o Brasil caso a presidente Dilma Rousseff fosse reeleita em 2014.

Lula, durante um evento, chegou a ironizar a analista financeira e pediu a demissão da moça ao banco.

Sinara foi demitida e suas previsões foram verdadeiras. O Brasil mergulhou na sua mais profunda recessão graças as medidas econômicas adotadas pelo governo do PT e PMDB. Hoje é possível saber que PT, PMDB e PSDB, os três maiores partidos do Brasil, formam a mesma quadrilha.

Após a demissão Sinara entrou na justiça contra o banco e ganhou. O Santander se viu obrigado a recorrer para não ter que indenizar a profissional. Perdeu de novo.

O Santander sempre que dá uma guinada para a esquerda acaba sendo prejudicado. Mais uma vez com o patrocínio equivocado de uma exposição de arte, o banco acaba de perder milhares de clientes e ter sua imagem maculada.

A analista do Santander obteve mais uma vitória na Justiça. A juíza Cynthia Gomes Rosa decidiu manter a sentença que deu favorável ao pedido de Sinara e o banco terá que pagar uma indenização milionária.

O banco pagou R$ 450 mil em indenização.

 

3 Comentários

Leave a Reply
  1. AVEMARIA….quantas falsas matérias…… só rindo de tamanha perseguição enquanto o país afunda pelo golpe de seus aliados, os líderes da oposição….. q roubaram bilhões e bilhões e continuam debochando da cara do povo e de seus defensores, pois a projeto deles somente beneficia os mega empresários estrangeiros……. só rindo de tanta bajulação a quem lhe faz necessidades na cara

  2. O momento atual está mostrando muitas e verdadeiras caras no Brasil. Agora, foi a vez do Banco Santander. Ao patrocinar esta exposição ( engano ? ou não sabiam o que estavam fazendo ? ), este banco mostrou sua verdadeira opinião sobre o Brasil e o seu povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *