,

Aposentado comete suicídio

O aposentado Antônio Alves de Oliveira, 67 anos, estava na relação dos milhares de aposentados que entraram na lista de empréstimos consignados concedidos pelo governo e agentes financeiros, porém não conseguiam mais pagar.

Antônio entrou em depressão quando viu seu filho perder o emprego e quis socorrê-lo. Na melhor das intenções buscou junto aos banco um empréstimo consignado para socorrer a família do filho mais velho.

Sem conseguir quitar a dívida com o banco passou a receber ligações constantes de cobrança. Sua esposa Geny Gomes disse que eles ficava muito deprimido e triste com as inúmeras ligações que recebia diariamente. “Era de manhã, de tarde e a noite. Eles ligavam sem parar”.

Antônio foi encontrado morto em seu quarto. Ao lado do corpo estava a arma que ele utilizou para cometer o suicídio, um revólver calibre 38.

A guarnição da polícia militar chegou à casa do aposentado às 07:00. O caso aconteceu na cidade de Colatina, no Espírito Santo.

Inadimplência e restrição

No Brasil o número de pessoas inadimplentes ultrapassa os 60 milhões, é um número preocupante. Com a crise econômica milhares de postos de trabalho foram fechados e quem está no mercado de trabalho reclama de pagamento atrasado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *