,

Argentina corta relações com Venezuela

O presidente argentino, Mauricio Macri, disse nesta quinta (3) que a Venezuela “deve ser suspensa definitivamente do Mercosul. É inaceitável o que está ocorrendo neste país.”

É a primeira declaração mais incisiva de um membro do bloco desde a eleição da Assembleia Constituinte venezuelana, no último domingo (30).

Nesta quinta-feira, em Mar del Plata, Macri expressou preocupação renovada após os eventos do fim de semana e chamou à ação os outros países da região.

Reação imediata

“Estamos alcançando um consenso em toda a América Latina e no mundo em geral de condenar o governo venezuelano, acrescentou. “A vida dos venezuelanos perdeu o valor. Deixou de ser uma democracia e os direitos humanos estão sendo violados sistematicamente”, disse.

O presidente argentino determinou o fim das relações comerciais com a Venezuela até que Nicolás Maduro decida obedecer as leis do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *