,

Atriz fez seis abortos para obter fama: “Entreguei seis almas ao diabo”

Sucesso repentino, explosão na mídia, muito dinheiro, agenda lotada, é assim que diversos artistas e cantores imaginam a vida. Querem a fama a todo custo, porém nada vem de graça. Tudo tem o seu preço.

Você já se perguntou como que letras ridículas e absurdas fazem sucesso? Como alguns artistas surgem do nada e ficam famosos? A atriz Simone Carvalho que atua nas novelas da Globo conta um pouco como fez para chegar ao topo da fama.

Em entrevista ao TV Fama, da RedeTV, a artista disse que chegou a fazer macumba para tentar se tornar protagonista de novela.

“No momento que sempre acontece, quando se dá um tempo… você não é mais chamada para nada e vai buscar uma ajuda. Eu fui”, revelou.

A artista estreou na televisão na primeira versão de “Cabocla”, em 1979. Em “Tieta”, de 89, Simone viveu a personagem Bebê.

A atriz, que fez par romântico com José Mayer em “Tieta”, revelou ter feito seis abortos e ter se arrependido disso. “Eu vou pagar um preço muito alto por isso. Eu descartei seis almas e vou pagar por isso”, disse ao comentar sobre ter feito macumba.

5 Comentários

Leave a Reply
  1. Uma observação tão interessante sobre essa atriz global contribuiu em quê para a melhoria de qualidade de vida do brasileiro? Transformou o golpe em quê? Menos, por favor!

  2. novidade…..meio artistico só tem pessoas puras. e com egos nada elevados…ninguem se mete com o ilícito seja drogas ou bebidas, mas o grande problema é que o povão leva em consideração o que ator fala. como se eles fossem pessoas a ser seguidas. por ter alto valor moral. instrução altíssima e carater ilibado… e sabemos que a maioria tem. indiscutivelmente.
    a fama é uma droga.. que tem muitas consequências para a maioria dos que a atingem…nem todos estão preparados para o que vem com ela.

  3. Infelizmente o escopo, a meta espiritual do ser humano, está longe de ser atingida. Vivemos ainda numa obsessão pelo poder, pela busca de bens materiais, utilizando meios equivocados para conseguir realizar esses objetivos, esquecendo que o alvo de nossa existência é nos aproximarmos do CRIADOR, onde a materialidade inexiste e só os bens MORAIS prevalecem.

    • o aborto é prática recorrente nos meios artístísticos. desde que eu me conheço por gente.. ja ouvia. muito falar isto na época dos grandes filmes americanos.. mas o problema é que nos meios artísticos. a sexualidade sempre foi muito diferente, do que nos meios comuns… atrizes, cantoras.. figurantes. e outras. Não tem novidade. .a pessoas soca o páu. enquanto esta se beneficiando. depois que cai e vai para o esquecimento.. saem com esta de arrependimento.. mas não deixa de ser uma forma de chamar a atenção. antes, chamavam por aparecer nas telas. agora é por que não estão aparecendo.
      Arrependimento é algo íntimo.. não é o povão que tá aqui soltando fogos, pela boca que vai perdoar algo e sim o Altíssimo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *