,

Bolsonaro dá um golpe mortal na organização criminosa

Jair Bolsonaro pré-candidato à Presidência da República aplicou um golpe mortal na organização criminosa instalada na política brasileira.

Todos sabem que o deputado federal Bolsonaro começou o noivado com o PEN – Partido Ecológico Nacional – para somar esforços na corrida rumo ao cargo de presidente em 2018. Em evento realizado no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (10), transmitido ao vivo pelas redes sociais, com pico de 20 mil pessoas online, o parlamentar demonstrou ser um grande estrategista.

O PEN entrou, ano passado, com uma ação para impedir que réus condenados em Segunda Instância sejam presos. Pode ser o caso de Lula que aguarda a decisão do TRF-4. A ação ainda não foi para julgamento. Bolsonaro, imediatamente, solicitou ao presidente do partido que a ação seja retirada dando condições para que Lula seja realmente preso caso a Turma do TRF-4 confirme a sentença de Moro.

A direção do PEN acatou o pedido de Jair Bolsonaro

Desta forma Bolsonaro desmonta a estratégia da organização criminosa em barrar as decisões proferidas pelo juiz Sérgio Moro em Primeira Instância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *