,

Brasil deu R$ 9 bilhões à Venezuela para obras fantasmas

Dinheiro irrigou campanha de Maduro na Venezuela

O governo brasileiro doou ao governo venezuelano entre 2001 e 2015 cerca de R$ 9 bilhões através de financiamentos retirados no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sob o pretexto de incentivar a exportação bens e serviços das empresas brasileiras no exterior.

O que não foi revelado é que as empresas beneficiárias do empréstimo bilionário são as mesmas que estão envolvidas no esquema de corrupção da Lava Jato.

As construtores tomadoras de dinheiro público via BNDES também figuram como grandes financiadoras de campanhas de políticos investigados pelo Ministério Público Federal e a PGR.

Obras que jamais saíram do papel e que seriam construídas na Venezuela consumiram grande parte do recurso destinado ao governo de Nicolás Maduro.

A equipe da Record revelou imagens de local onde uma ponte deveria ter sido construída. No local não há absolutamente nada.

Os governos Lula e Dilma são os maiores responsáveis pelo repasse de dinheiro que saiu do BNDES para o exterior.

Segundo alguns analistas o valor utilizado para irrigar contas de empresas investigadas pela Lava Jato daria para construir 300 hospitais públicos no Brasil.

Confira e compartilhe mais esse escândalo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *