,

Brasil vota contra Israel e segue os islâmicos

O Brasil está firme no propósito de seguir orientações de países islâmicos e mais uma vez tomou um decisão que deverá impactar negativamente nos rumos da política interna e externa. Na última reunião da ONU, na sexta-feira (10), nos Estados Unidos da América, o Brasil votou contra Israel.

Os Árabes colocaram em pauta mais de 20 resoluções que prejudicarão profundamente o estado de Israel e o Brasil votou favorável a todas elas, mantendo-se ao lado dos países islâmicos.

A ONG UM Watch denunciou que os diversos túneis que estão sendo escavados pelos Hamas, além dos constantes tiroteios e ataques contra veículos israelenses estão sendo ignorados pelos países que apoiam os muçulmanos.

“O Brasil tem mantido uma postura acovardada diante das atrocidades que estão sendo praticadas contra o povo de Israel”, foi o que afirmou Hillel Neuer presidente da UM Watch.

O governo brasileiro preferiu não comentar as declarações e o voto.

“O ataque da ONU a Israel com essa torrente de resoluções unilaterais é algo surreal”, avalia Neuer. “Mesmo depois que o presidente da Síria, Bashar Assad, usou armas químicas contra seu próprio povo no ano passado, a ONU está prestes a adotar uma resolução – redigida e co-patrocinada pela Síria – que condena falsamente Israel por “medidas repressivas” contra cidadãos sírios nas colinas de Golã”, explica.

Entre as medidas aprovadas, estão a proibição de Israel construir um muro para impedir invasões de Gaza, a detenção e prisão de civis (mesmo que envolvidos com atividades terroristas), a construção de novos prédios e casas nos que chama de “territórios palestinos ocupados”, que incluiriam Jerusalém.

Assista e deixe seu comentário.

2 Comentários

Leave a Reply
  1. Segue o PT, Lula e comunismo quando o governo apoia o estado islâmico, votando contra os interesses das maiores nações ocidentais. Governo burro que incentiva o terrorismo. Governo de idiotas. E as FFAA o que dizem?
    .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *