,

Caiu uma bomba em Brasília! Lula não esperava por essa

A procuradora venezuelana Luisa Ortega Diaz, destituída sumariamente pelo ditador Nicolás Maduro, desembarcou em Brasília na madrugada desta quarta-feira (23). Sua missão principal: relatar os crimes praticados pela Odebrecht e Nicolás Maduro.

Diaz declarou que vai contar tudo aos procuradores brasileiros sobre as fraudes praticadas na contratação da Odebrecht em território venezuelano.

Nos governos Lula e Dilma Rousseff o BNDES foi a ponte para liberar recursos públicos para a empreiteira atuar em território venezuelano. A obra jamais trouxe nenhum benefício ao Brasil. O banco amarga sérios prejuízos com a falta de pagamento de empréstimos.

Luisa Ortega Diaz alega que veio ao Brasil para participar de um evento promovida pela Procuradoria-geral da República. Ocorre que se ela retornar ao seu país de origem será presa pela polícia de Nicolás Maduro.

Além de ter sido destituída do cargo, Diaz também perdeu o direito de exercer qualquer cargo público, teve os seus bens congelados e foi impedida de sair da Venezuela.

4 Comentários

Leave a Reply
  1. Realmente os 2 Preasidentes anteriores >e + o atual que formo o desgoverno de 13 anos com muita prejuiso/corrupção >está trazendo um caos terrivel ao Brasil > pois detonaram nossos 3 Poderes e o Tse qual a algernativa! > a Populaçao clama urgente pela volta das Forças Armadas.

  2. MENTIRAS DA MEDIA POIS NAO FOI LULA ENEM DILMA QUEM EMPRESTOU E FEZ LOB PRA ISSO .ASSIM DIZ O NOVO PRESIDENTE DO BNDS DEVE SER MAIS UMA MANIPULAÇAO PRA COXINHAS SOBREVIVER SEUS PESADELOS E SEUS CRIMES .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *