,

Civil armado abateu atirador no Texas

O massacre no Texas que culminou com a morte de 27 pessoas que assistiam o culto na igreja da pacata cidade de Sutherland Springs, no sul do Texas, nos Estados Unidos, neste domingo, poderia ter sido pior.

O atirador foi alvejado por um civil conhecido pelo nome de Johnnie Langerdorff que morava vizinho ao local do crime. Johnnie possui um rifle em sua residência e quando viu o desespero das pessoas na igreja, no momento dos tiros, pegou sua arma e agiu rapidamente.

Kelley, o atirador assassino, disparou seu fuzil AR-15 contra pessoas indefesas durante a realização do culto. O corre-corre foi intenso. O atirador ganhou a rua quando passou a ser perseguido por Johnnie que trocou tiros com o criminoso.

A polícia está investigando para saber se foi o disparo de Johnnie que acertou Kelley ou se ele suicidou após ser perseguido na troca de tiros.

Langendorff disse que perseguiu o criminoso até que ele perdeu a direção do carro que estava e provocou um acidente.

“[Eu estava] apenas tentando capturá-lo ou qualquer coisa que pudesse ser feita. Eu quero dizer que estava fazendo apenas a coisa certa a ser feita”, disse Langendorff.

No Texas, Kelley está sendo tratado como o herói que impediu que a tragédia fosse maior naquela cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *