,

Claudia Wild detona Jean Wyllys. O Brasil aplaude!

O deputado brasileiro mais autoritário e que representa o fascismo em sua essência, o senhor Jean Willys – um homem movido pelo ressentimento pessoal e ideológico – em um recente debate televisivo sobre o encerramento da exposição do Santander Cultural, ao invés de apresentar argumentos para defender suas posições, resolveu atacar todos aqueles que não rezam em sua cartilha marxista.

Segundo o político em tela, aquele que não concorda com a referida exposição e foi agente para “censurá-la“, trata-se de um “fascista, nazista, imbecil, burro, canalha, lixo, gentalha, porcaria“ – palavras textuais do senhor Wyllys.

O autoritarismo deste senhor – que não permite ninguém a contestar seus posicionamentos, e, que imediatamente despeja um rio de impropérios injuriosos – é fenomenal. Ele odeia a democracia, apesar de invocá-la a cada frase que raivosamente cospe. Ele, rotineiramente, ao debater demonstra um grave despreparo no trato político, desequilíbrio emocional e um profundo desrespeito para com os postulados democráticos.

A única diversidade que o político aceita é a diversidade sexual que supostamente diz defender e representar.

Não, excelentíssimo deputado Jean Wyllys, não somos facistas, nazistas, imbecis, burros, canalhas, lixos, porcarias ou gentalha! Somos brasileiros comprometidos com nossos valores, nosso país, e, não com uma pauta que fede ao bolor do atraso e que já empilhou mais de 100 milhões de cadáveres.

Este senhor não honra sua atividade parlamentar e não deve ser reeleito. Ele é um péssimo exemplo para a incipiente democracia brasileira. Ele representa o que há de mais despótico na política. Ele precisa ser processado pelas ofensas que irroga contra seus opositores e contra o bravo povo brasileiro.

Eu, Claudia Wild, uma brasileira que não é fascista, nazista, imbecil, burra, canalha, lixo, porcaria ou gentalha.

(Claudia Wild é a mais nova sensação do Facebook)

Nota do editor: topa um debate Jean Wyllys?

7 Comentários

Leave a Reply
  1. Este senhor deputado vive fazendo e ofendendo as pessoas, acha que suas atividades são inimputáveis. Arrogante e sem poder de entender os pontos de vistas dos outros, só o dele que vale, ele sim é um burro, ignorante, prepotente.

  2. Estou de pleno acordo com o postado de Claudia Wild e a parabenizo. Mentes assemelhadas as do político citado, me enoja até escrever o nome, deveriam ser alijadas do cenário midiático brasileiro.

  3. Simplesmente amei o que ela disse e lhe foi meus parabéns e concordo com a senhora quando diz que esse senhor devia ser processado por ter ofendido quem discordou dele, eu fui uma que achei de péssimo gosto as palavras que ele usou… Merecia um processo bem dado e outra não consigo entender por que esse senhor está onde esta agora, por que ele não tem discernimento pra debater ou falar nada . Espero sinceramente que ele não seja reeleito.

  4. Parabéns Claudia Wild. É de pessoas como você que o Parlamento precisa para debater e confrontar EXCREMENTOS, que por engano ou por falta de opção – ação de eleitor sem amor a pátria – praticam tais delitos ao compactuar com o que há de pior na política brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *