,

Comércio entra em colapso no Rio de Janeiro

A crise econômica vigente no Brasil tem peso dobrado sobre o estado do Rio de Janeiro graças ao rombo bilionário provocado pela quadrilha do ex-governador do PMDB, Sérgio Cabral.

Segundo o sindicato dos lojistas, 69 lojas fecham as portas por dia. A crise também afeta em cheio os milhares de funcionários públicos do Estado. Falta até comida em muitas casas, devido ao atraso no pagamento dos salários.

Um recorde negativo no comércio do Estado do Rio de Janeiro, que vive a maior crise financeira da história.

Revolta

Na última semana o atual governador Pezão, do PMDB, tirou alguns dias de descanso em um spa cuja diária varia entre 2 mil a 9 mil reais. Pezão alegou estar com problemas de saúde.

Servidores públicos estaduais ainda não receberam sequer o salário do mês de maio e não há previsão para regularização do pagamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *