,

Diretor da Globo ameaça de morte membros do MBL

Nunca na história desse país uma pseudo exposição de arte incomodou tanto setores da esquerda que apoiam a pedofilia e abuso contra animais. O fechamento da exposição Queermuseu pelo banco Santander nesta segunda-feira (11) causou grande polêmica na imprensa.

É notório que a grande mídia brasileira tem um viés bolivariano, nem comunista é. Formou no Brasil uma espécie de comunismo de Hugo Chavez aquele que gosta de Iphone e caviar mas demoniza o capitalismo. Nessa linha foi que o diretor da RBS, afiliada da Rede Globo, ficou enquadrado.

Indignado com o fechamento da tal exposição ele utilizou a rede social para mandar recado ao membros do MBL – Movimento Brasil Livre. No auge do desequilíbrio emocional Brixius chamou o integrantes do movimento de “ignorantes”. Não satisfeito sentenciou: “… vontade de ser comunista do jeitinho que eles imaginam e passar balas neles”.

O diretor do jornal Zero Hora, do grupo RBS ligado a Rede Globo, perdeu a razão.

O MBL afirmou que fará boletim de ocorrência por ameaça de morte contra Leandro Brixius que na condição de diretor de um veículo comunicação precisa conter seus ímpetos.

A exposição Queer foi muito rejeitada por várias pessoas, inclusive por gente que é da esquerda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *