,

Dois militares, os dois deputados: um pede intervenção; o outro não

Há uma estranha divergência entre os dois deputados federais que são militares: o cabo Daciolo e Jair Bolsonaro.

O cabo Daciolo tem mantido um discurso firme que é contrário ao governo Michel Temer. Ele próprio denunciou a manipulação da “bancada evangélica” que atuou para arquivar a denúncia contra o presidente.

Daciolo publicou um vídeo na internet onde declara abertamente seu apoio a uma intervenção militar para a instituição de um governo provisório regido pelos militares. “Quero deixar aqui o meu apoio ao senhor, general. Conta conosco, nós estamos juntos. Não estamos pedindo uma ditadura, estamos falando de um governo provisório. Tira os corruptos, os bandidos, que estão colocando sobre o povo uma carga muito pesada”, afirmou.

O deputado ainda reiterou que falar de intervenção militar não é pedir ditadura.

Jair Bolsonaro não fala em intervenção militar

O deputado federal Jair Bolsonaro é a sensação nas redes sociais e por onde passa atrai milhares de pessoas. Não sequer nenhum registro de rejeição ao capitão do Exército por onde ele passou. Entretanto, Bolsonaro que tem seguramente mais de 30 milhões de eleitores no Brasil não fala em intervenção militar.

Bolsonaro é firme em suas posições e ataca duramente os políticos de esquerda. No quesito intervenção militar e governo Michel Temer o presidenciável não é tão incisivo quanto Daciolo.

Os dois são militares e parecem ter posições diferentes quando o tema é intervenção no Governo Federal.

Por que será?

Qual a dúvida de Jair Bolsonaro em relação a intervenção militar?

Não é estranho a ausência de uma liderança nacional para chamar o povo às ruas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *