,

“Ela” matou a namorada em motel: feminicídio ou Maria da Penha. Como fica?

Vai responder como os homens?

Laura Maria, namorada de Dyone, morreu atropelada em frente ao motel na avenida Fernando Guylhon. Dyone descobriu a traição de Laura e não poupou a vida da vítima. O caso aconteceu quando Dyone decidiu seguir Laura e flagrou sua mulher com outra pessoa saindo do motel.

Agora intriga a sociedade saber se Dyone que se auto proclama “marido” de Laura irá responder pelo crime de Feminicídio. Se será enquadrada na Lei Maria da Penha ou passará longos 20 e 30 anos na cadeia por matar uma mulher.

Casos de assassinatos e espancamentos cometidos em relacionamentos homossexuais aumentaram assustadoramente, o que está preocupando as autoridades.

Nenhuma feminista ainda não apareceu para falar contra mais esse crime absurdo onde envolve duas pessoas supostamente do mesmo gênero com orientações sexuais diferentes.

Uma amiga da vítima, que pediu para não ser identificada, disse que Laura e Dyone namoravam há aproximadamente cinco anos. Segundo ela, Laura “já andava desconfiando das traições, mas queria pegar para ter prova”.

“Ela amava muito a Dyone, até demais. A família da Laura abraçou a Dyone de braços abertos e ela fez isso. Tirou a vida de uma pessoa inocente. Agora a Dyone está se escondendo. Eu quero que a justiça seja feita”, acrescentou a amiga.

Nas redes sociais, outros amigos da vítima também lamentaram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *