,

Ex-presidente da CUT e a “turma do Lula” têm salários milionários pelo SESI

Não há explicação moral que possa justificar o que acontece no Sesi (Serviço Social da Indústria), caracterizando as chamadas as distorções do sistema.

Faz sucesso permanente na internet o resumo de uma reportagem publicada pela revista Época sobre a política trabalhista e o padrão salarial do Sesi, que se transformou numa sucursal do PT, para dar invejáveis empregos (não é preciso trabalhar) a amigos e parentes dos detentores do poder, a começar por uma nora do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Detalhe: os salários são mencionados em valores de 2014 e já tiveram dois reajustes.

VOCÊ SABE QUEM É MARLENE ARAÚJO?

Não, né? Marlene Araújo vem a ser “relações institucionais” do Sesi em São Bernardo do Campo. Trabalha (?) pouco, raramente aparece por lá e ganha R$ 13.500,00 mensais.

Foi nomeada com o nome de solteira. Seu nome de casada é Marlene Araújo Lula da Silva.

Casada com Sandro Luís Lula da Silva, filho de Lula.

Márcia Regina Cunha, mulher do deputado cassado João Paulo Cunha (condenado no Mensalão) é ‘gerente de marketing’ do Sesi desde 2003, salário de R$ 22.000,00.

É lotada em Brasília, mas mora em São Paulo.

Rogério Aurélio Pimentel, assessor de Lula no sítio de Atibaia, também tem cargo no Sesi, onde ganha R$ 10.000,00 desde 2011.

O advogado Douglas Martins de Souza é consultor jurídico do Sesi em Brasília, R$ 36.000,00 mensais.

Filiado ao PT desde 2000, foi secretário adjunto da Secretaria de Igualdade Racial no governo Lula.

Osvaldo Bargas, vice de Jair Meneghelli na CUT, recebe salário de R$ 33.000,00.

E a sindicalista Sandra Cabral, amiga de Delúbio Soares, ganha R$ 36.000,00 mensais.

Jair Meneghelli, ex-presidente da CUT, é presidente do Sesi, salário de R$ 60.000,00 mensais, mais vantagens e benefícios, inclusive apartamento de graça.

Desloca-se em Brasília num Ford Fusion preto 2016 e em São Paulo num Toyota Corolla 2016.

4 Comentários

Leave a Reply
  1. MEUS CAROS , SESI , SESC E SENAC SÃO MANTIDOS POR IMPOSTOS COBRADOS NO INSS PAGO PELAS EMPRESAS PRIVADAS . É COBRADO UM PERCENTUAL DE 25 % . PORTANTO PAGO PELA EMPRESA E TRABALHADORES DESTE PAÍS . SÃO CRIMINOSOS ESTES PETISTAS VAGABUNDOS. MAS, VIVEMOS NUM PAÍS EM QUE OS PRESIDENTES SÃO VERDADEIROS CRIMINOSOS , LULA , DILMA, TEMER , SEUS ASSESSORES E TODA A CLASSE POLÍTICA. ESTES VERMES DEVERIAM DEVOLVER OS VALORES RECEBIDOS E AS EMPRESAS DEVERIAM NÃO PAGAREM ESTES IMPOSTOS IMEDIATAMENTE. É A FARRA DO DINHEIRO PÚBLICO, SEMPRE EM PAUTA.

    • Nobre colega também estou indignado, mas o percentual na verdade é menor: chamado de contribuição de terceiros de 5,5 %, onde, no caso para indústria (SESI/SENAI) totaliza 2,5 %, o que já representa uma quantia gigantesca, incidente sobre todas as folhas de pagamento das indústrias, aliás no país todo !

  2. Não esqueçam que na raiz de tudo estão os políticos ELEITOS PELO POVO BRASILEIRO em troca de favorezinhos e quinquilharias, Este POVO, no seio do qual eu, infelizmente, nasci. adotou o lema idiota do “rouba, mas faz”, e aí está o resultado. A RESPONSABILIDADE é do POVO BRASILEIRO. Caro Wellington, “matar todos” – você sugere que se extermine a população brasileira? É uma bela sugestão. Prezado Antonio Habaeb – não existe essa coisa de “dinheiro publico”, que o brasileiro imagina como sendo de ninguém. Esse dinheiro é MEU, é SEU, de nossas famílias e de toda uma POPULAÇÃO COMPLACENTE roubada e idiotizada pelos bandi-politicos que ELA PRÓPRIA ESCOLHEU e que são os seus HERÓIS. Os VERMES, como você chama, foram VOTADOS para estar lá onde este POVO COLOCOU. A farra de safadeza é culpa de um POVO que não sabe o que faz. Tem solução?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *