,

Filho de R R Soares vota pela soltura de deputados criminosos no Rio

Veja como votaram os evangélicos

A bancada evangélica no Rio de Janeiro deu mais uma demonstração do comportamento suspeito de alguns de seus membros quando o assunto é combate à corrupção.

Na última semana o assunto que mais chocou o Brasil foi a soltura dos três deputados estaduais apontados como criminosos pela Justiça. Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo tiveram o pedido de prisão expedido pelo Tribunal Regional Federal depois que a Polícia Federal e o Ministério Público Federal descobriram o esquema de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo os três parlamentares.

Na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, sede do Poder Legislativo, 39 deputados estaduais votaram, contrariando a lei, pela soltura dos três colegas, dentre eles estão os deputados evangélicos.

O filho do missionário R.R. Soares, Filipe Soares, foi dos que votou pela colocação em liberdade imediata dos três acusados. Filipe é filiado ao DEM, mesmo partido do deputado federal Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados.

Veja como votaram os evangélicos.

Deputados evangélicos que votaram pela manutenção da prisão 

Benedito Alves (PRB) – Igreja Universal do Reino de Deus
Carlos Macedo (PRB) – Igreja Universal do Reino de Deus
Flávio Bolsonaro (PSC) – Igreja Batista
Samuel Malafaia (DEM) – Igreja Assembleia de Deus

Votaram contra a prisão

Fabio Silva (PMDB) – Sem denominação
Filipe Soares (DEM) – Igreja Internacional Graça de Deus
Geraldo Pudim (PMDB) – Igreja Presbiteriana
Rosenverg Reis (PMDB) – Sem denominação
Silas Bento (PSDB) – Igreja Assembleia de Deus

Um Comentário

Leave a Reply
  1. O que á estranho nisso?
    O filho sabe bem quem é o pai, votando assim já abre um precedente, bandido sempre defende bandido, desde que não bote a mão do que é seu. Como RR, só mexe com a fé do povo desinformado ele tem que defender o paipai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *