,

Globo, em crise, demite atores veteranos

A Rede Globo de Televisão nega enfrentar uma grave crise financeira, porém atores e jornalistas veteranos, com altos salários, estão sendo demitidos.

A emissora encerrou contratos longos, que muita gente jamais acreditou que um dia fossem acabar. Maitê Proença, por exemplo, foi contratada da emissora por vinte anos.Também foram demitidos Pedro Paulo Rangel, Luiz Fernando Guimarães, Kadu Moliterno, Joanna Fomm, Daniele Winits, André Gonçalves e Cristiana Oliveira.

De acordo com informações do site ‘Notícias da TV’, nesta semana, passou a integrar a lista o ator André Gonçalves. Os novos contratos agora, quase sempre, visam apenas uma obra específica, como uma novela. O objetivo é pagar para quem estiver trabalhando. Acabou a gravação, o ator está livre para procurar outro emprego. Isso, é claro, também causa prejuízos, como uma enorme dança de cadeiras entre as emissoras. Alguns nomes, no entanto, tem um pouco mais de sorte e um salário um pouco menor. Na temporada de 2014 de ‘Malhação’, por exemplo, Felipe Simas, Isabella Santoni e Rafael Vitti tiveram o vínculo renovado por três anos. O novo contrato acaba neste anos. Vitti e Isabella estão no ar. Simas está gravando a próxima novela das onze, ‘Os Dias Eram Assim’.

A emissora quer gastar em quem realmente trabalha e produz.

Marina Ruy Barbosa é o exemplo de atriz que não dá um tempo. Em seis anos, ela fez seis novelas e duas minisséries. Uma novela costuma ficar oito meses no ar, mas existe um preparativo, de, no mínimo, dois meses, para o chamado laboratório e gravações externas, que serão usadas ao longo da trama. Em alguns casos, esse laboratório é bem mais extenso. Paolla Oliveira, por exemplo, treina há mais de seis meses para ganhar corpo para uma personagem lutadora em ‘A Força do Querer’, nova novela das nove.

Por enquanto, a Globo só não demitirá quem acha indispensável à sua história, mesmo que trabalhe menos. Um desses casos é o de Adriana Esteves, a eterna Carminha de ‘Avenida Brasil’. O mesmo vale para os ‘medalhões’, nomes como Gloria Pires, Tarcísio Meira e Fernanda Montenegro.

Um Comentário

Leave a Reply
  1. A Globo que ficou muitos anos paparicando os petistas e agora que acabou a boca da Lei Rouanet ela começa a demitir funcinário pagos a peso de outro. Isso mesmo, é um absurdo um artista que nunca cursou uma faculdade ganhando rios de dinheiro enquanto muitos jovens que queimam as suas pestanas para conseguir um emprego fica à mercê de um paupérrimo salário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *