,

Globo pode estar mentindo e o caso vai parar na polícia

A briga no Rio de Janeiro esquentou depois que o ex-governador Anthony Garotinho acusou nas redes sociais que a Rede Globo recebeu mais de R$ 700 milhões em verbas publicitárias do governo Sérgio Cabral.

Anthony Garotinho que teve seu nome citado pelo delator Benedicto Junior, ex-executivo da Odebrecht, desafiou que mostrem os documentos e as contas onde o dinheiro doado pela Odebrecht foi depositado para ele e sua esposa, Rosinha Garotinho.

O ex-governador foi mais além. Revelou que a citação de seu nome e de sua esposa não passa de vingança da empreiteira que teve as obras denunciadas formalmente por ele ao MPF.

“Eu denunciei as obras irregulares da Odebrecht no Rio de Janeiro. Denunciei todos os esquemas de Sérgio Cabral. Como que eu poderia ter alguma coisa com a Odebrecht sabendo que o Benedicto Junior é “padrinho” de Sérgio Cabral?”, disse durante transmissão de seu programa “Encontro Marcado” pelo Facebbok.

Garotinho ainda afirmou que a Rede Globo usa de maldades contra ele ao negar publicação de nota de sua assessoria de imprensa sobre a citação de seu nome na Lava Jato.

A rivalidade entre Garotinho e a Rede Globo é de longa data.

Durante a eleição para o governo do estado do Rio de Janeiro o ex-governador acusou, ao vivo, no próprio jornal da emissora no Rio de Janeiro que a Globo estava sendo investigada pela Polícia Federal por sonegação de impostos. Passado três dias da acusação a emissora pagou um dívida de mais de 900 milhões de reais recolhidos através do DARF (guia para recolhimento de impostos).

O PR, partido do ex-governador, tem por lei direito a propaganda institucional do partido. Garotinho acusa a Globo de mentir ao declarar que não exibirá o programa para o estado do Rio de Janeiro devido a problemas técnicos.

O caso vai parar na polícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *