,

Globo veta Marcos em programa de Ana Maria Braga

A expulsão sumária do médico Marcos Harter ainda vai dar muito o que falar na televisão e pode revelar os bastidores do programa Big Brother Brasil, o que pode prejudicar os anunciantes.

O participante Marcos foi expulso e colocado a execração pública quando a direção do programa decidiu tira-lo sem que ele pudesse explicar ao público o que estaria acontecendo. Marcos foi chamado ao confessionário e de lá saiu da casa.

Segundo informações do apresentador Tiago Leifert a responsável pela Delegacia de Mulheres assistiu aos VT’s do BBB17 e decidiu que Marcos agrediu física e psicologicamente a participante Emilly. A vítima, no caso a Emilly, não prestou queixa contra seu namorado.

A interferência da polícia se deu após uma discussão entre o casal que motivou denúncias de haters interessados em desqualificar quem interessava a essa altura do jogo. O #BBB17 paga R$ 1,5 milhão em dinheiro para quem sair vencedor.

A Globo não deu oportunidade ao participante eliminado #Marcos de apresentar suas declarações no programa de #AnaMariaBraga e Fátima Nascimento como é de costume. O brother parece que foi vetado, censurado.

Caso as agressões não fiquem comprovadas o dano a imagem do médico será irreparável depois de sair em rede nacional como um vilão.

A interferência do estado numa programação de entretenimento que tem como objetivo colocar em situação de estresse seus participantes e expor as cenas ao público pode ser perigosa. Os principais responsáveis pelo conteúdo e cenas que vão ar é a própria direção do programa que coloca obstáculos, intrigas, situações de fome e cansaço, provas de resistência física e depois não tolera momentos de estresse.

O estresse é consequência no caso do #BBB e nunca o traço de caráter de um participante. Nem sempre os que lá estão representam aquilo que verdadeiramente são e isso não pode ser levado como prova material à Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *