,

Governo aluga laptops por R$ 250 milhões

O caso que envolve o presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, deputado estadual Jorge Picciani, pode ser o elo de ligação entre o Poder Legislativo e alguns fornecedores ligados ao estado através de contratos milionários.

Uma das denúncias encaminhadas ao Ministério Público Federal envolve a empresa InvestPlan Computadores que detém um contrato de R$ 250 milhões com o Rio de Janeiro através de aluguéis de laptops e computadores.

Os procuradores estão de olho nessa boa relação entre a InvestPlan e a secretária de Educação que começou em 2010 que na época alugou computadores pelo valor de R$ 8 milhões. Já em 2016 o valor do contrato chegou próximo de R$ 250 milhões.

O RioPrevidência que alega estar sem dinheiro para pagar aposentados e pensionistas comprou mais de R$ 1 milhão em computadores da InvestPlan. Tem lógica?

Numa outra ponta existe a comercialização de vacas por valores bem acima do mercado entre o presidente da Alerj e o empresário que tem contrato com o governo do Rio de Janeiro. Há forte suspeita de que a operação seja um disfarce para esconder crimes de lavagem de dinheiro.

A situação no Rio de Janeiro é gravíssima envolvendo políticos e empresários operando em interesses próprios manipulando verbas públicas.

O deputado estadual Jorge Picciani está vendo o cerco da Lava Jato se fechando sobre ele.

A Polícia Federal deverá, em breve, realizar mais uma mega operação para prender novos nomes envolvidos em esquemas de corrupção.

Nesta terça-feira (07) o juiz federal vai ouvir mais um doleiro ligado ao ex-governador Sérgio Cabral preso em Bangu 8 acusado de liderar a quadrilha que assaltou o estado do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *