,

Governo perdoa dívidas de corruptos. O crime tem nome: REFIS

O Governo Federal tem agido sempre na direção da manutenção do que eles chamam “governo provisório”. O REFIS é mais um instrumento que entrou em ação para abrandar a fúria dos deputados donos de empresas endividadas com à União.

A fórmula encontrada pelo Governo Temer para angariar a simpatia e manter a governabilidade passa pela fragilização da combalida economia brasileira. O REFIS, após alterações na Câmara dos Deputados, vai permitir que o parcelamento de dívidas seja extensivo à Receita, à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e à Procuradoria-Geral da União (que entrou de última hora).

Diversos parlamentares investigados na Lava Jato serão beneficiados com a decisão do governo.

Auditores fiscais denunciam que o REFIS da forma que está sendo proposta é considerado um “tapa na cara do povo”. Na visão dos servidores significa beneficiar a sonegação, contemplar o mau pagador e estimular a concorrência desleal.

O ambiente de negócios no Brasil está altamente tóxico contaminado pelas decisões políticas que beneficiam parlamentares proprietários de negócios em detrimento da saúde financeira do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *