,

Igreja ordena pastor que não é “nem homem, nem mulher”

Uma pessoa que se define como “não binário” foi ordenada pastor de uma igreja evangélica e o caso está gerando enorme polêmica entre os religiosos.

Peta Evans vai ordenar batismos e casamentos na condição de pastor. Ele é um homem transgênero e recebeu a ordenação pela Comunidade Metropolitana de Brighton, na Inglaterra.

“Estou entusiasmado em servir de novo na comunidade que primeiro me acolheu e me apoiou tanto na minha jornada ministerial quanto na minha transição de gênero”, afirmou Evans. “Eu adoraria ver a paixão sincera e a integridade dessa igreja aumentar seu alcance para pessoas de todas as idades e identidades de gênero”.

Segundo o novo pastor ele abrirá um movimento que pretende “reexaminar a Bíblia Sagrada em busca de trechos que não completamente transcritos na sua origem”. Peta  acredita que há manipulações nas traduções para excluir pessoas em condições semelhantes a sua.

A Comunidade Metropolitana de Brighton foi fundada em 1968 tendo igrejas espalhadas em diversos países incluindo o Brasil. Foi a primeira a realizar casamentos homossexuais e ordenar gays como pastores. Ela defende o que chama de teologia inclusiva que não enxerga na homossexualidade uma prática pecaminosa.

E você, o que acha desse movimento que toma conta das igrejas pelo mundo?

Um Comentário

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *