,

Igreja Presbiteriana muda liturgia para celebrar casamento gay

A nova medida adotada pela Igreja Presbiteriana provocou polêmica em diversas comunidades cristãs ao redor do mundo. O denominado Livro de Culto Comum utilizado para estabelecer as normas da igreja quanto a celebração do matrimônio, foi alterado para poder promover a “linguagem inclusiva” prevendo a bênção para o casamento entre pessoas do mesmo gênero.

Os presbiterianos nos Estados Unidos da América provocaram grande polêmica com a nova regra estabelecida pela Igreja.

No site Presbytarians Today a organização eclesiástica destaca “O cerimonial do casamento foi revisado e apresenta uma linguagem inclusiva e um formato mais flexível, tornando o programa adequado para todo tipo de casal e novos arranjos familiares”.

David Grambell, pastor e membro do Concílio da Igreja, disse ao site Christian Post que a alteração foi necessária para reformular a definição que a igreja tem sobre o casamento, mantida tradicionalmente, segundo ele, como “união de duas pessoas, tradicionalmente um homem e uma mulher”.

O Livro de Culto Comum não é adotado pela Igreja Presbiteriana no Brasil mas tem uma longa tradição dentro da história dos presbiterianos. Certamente a pressão virá para que o Brasil e demais países onde a denominação está representada sigam o mesmo rito.

Outras mudanças feitas na edição de 2018 são novas seções sobre a missão da Igreja no mundo e sugestões musicais, com a inclusão de várias canções cristãs contemporâneas no lugar de hinos mais tradicionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *