,

Jean Wyllys ataca de novo

O deputado federal Jean Wyllys perdeu uma batalha no Supremo Tribunal Federal (STF) após tentar aprovar e liberar o aborto no Brasil. Os ministros impediram que a proposta de Wyllys de liberar o aborto até a 12ª semana de gestação fosse adiante. Insatisfeito o deputado do PSOL entrou com outra proposta contra a fé cristã.

O Projeto de Lei 9.208/17, de autoria de Jean Wyllys, foi protocolado para ser analisado e propõe o fim do ensino religioso em todas as escolas. O PL está sendo chamado de “Escola sem Religião”.

A ideia de Jean é uma contrafação ao projeto “Escola sem Partido” combatido exaustivamente pelo deputado que chama a proposta de fascista.

O jornalista conservador e ex-deputado federal Paulo Eduardo Martins usou as redes sociais para comentar a proposta  de Jean Wyllys e assegura: “Traveste-se na defesa da pluralidade, mas o real objetivo desse sujeito é uma cruzada contra o cristianismo”.

Jean Wyllys quer acabar com o cristianismo no Brasil e argumenta contra a decisão do Supremo Tribunal Federal.

“O STF deixou a questão nas mãos do Poder Legislativo, que pode e deve agora regulamentar o ensino religioso de modo a assegurar o respeito à diversidade de crenças dos alunos e impedir que eles sejam vítimas de qualquer tipo de imposição autoritária das doutrinas do/a professor/a, o que sem dúvidas é um abuso contra os direitos das crianças e dos/as adolescentes”, argumenta.

O deputado do PSOL que extinguir o ensino religioso e que este seja substituído por história da religião.

Um Comentário

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *