,

Joesley relata sobre repasse de R$ 300 milhões a Lula

A extensão da quadrilha criminosa instalada no Brasil é sem limites

A delação da JBS foi comemorada e reverenciada pelos petistas. A delação perfeita, sem vazamentos e sem ‘tortura’.

Em todas as outras delações, os delatores por estarem presos – o que não é verdade – mentiram ao incriminarem o PT e os petistas, notadamente os ex-presidentes Lula e Dilma.

A da JBS, que no princípio, logo que veio a público, mostrou tão somente os repasses supostamente para Aécio e Temer, era a delação perfeita. Sem vazamentos, sem nenhum tipo de tortura, o delator delatando espontaneamente e falando a verdade.

E o que dizer dos relatos de Joesley sobre a conversa que teve com Lula?

O empresário narra que informou ao ex-presidente sobre o repasse de R$ 300 milhões  para a campanha do PT em 2014, e que o dinheiro da propina estava acabando.

Lula somente ouviu. Afastou-se e emudeceu. Lula, como sempre, covarde.

Vale dizer que, recentemente, Joesley fez mais uma rodada de depoimentos ao Ministério Público, para explicitar os repasses de propina durante toda a era PT, sem tortura e espontaneamente. Os valores são bilionários. Uma covardia com o povo brasileiro.

Assista ao vídeo abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *