,

Marinha corta pensão de filha de militar que virou homem

A Marinha do Brasil cortou a pensão da filha transexual de um militar que decidiu mudar o nome e o sexo.

De acordo com a legislação a pensão é um direito garantido para filhas ( e não filhos) de militares. O caso gerou polêmica e foi levado à Justiça.

O juiz federal Frederioc Montedonio Rego manteve a decisão que retirou o direito do recebimento de pensão. O magistrado entendeu que a Marinha agiu conforme determina a lei que não garante pensão para filhos, no caso homens.

Resta saber se agora ele, que antes era ela, terá que dar conta da prestação do serviço militar obrigatório aos homens.

O que você pensa deste decisão?

A informação é da coluna do Ancelmo Gois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *