,

Meirelles e Maggi não explicaram essa denúncia. Onde está a PGR?

Onde está a PGR?

Vazamento de informações em nível de mundial revela que os ministros Henrique Meirelles e Blairo Maggi, Fazenda e Agricultura, respectivamente, mantêm contas ocultas em paraísos fiscais nas Bermudas. O mesmo modus operandi de outros criminosos investigados na operação Lava Jato.

As chamadas Offshores são contas em paraísos fiscais mantidas por milionários para despistar a fiscalização. O fato de detê-las por si só não é crime, porém para duas importantes personalidades do Governo Federal e com status de ministro isso é inadmissível.

Henrique Meirelles e Blairo Maggi consta na relação do escritório Appleby especializado nesse tipo de transação internacional. É comum sempre que surge esse tipo de denúncia, existir também informações escandalosas sobre a origem do dinheiro depositado.

Não é comum que ministros de outros países tenham esse tipo de conduta. O caso de Henrique Meirelles é ainda mais delicado pois ele detém informações importantes sobre o mercado e a estratégia do Governo.

Caridade?

Meirelles é surge na planilha da Appleby como dono de algumas offshores, entre elas a “The Sabedoria Trust”. A documentação da empresa diz que foi estabelecida “a pedido de Henrique de Campos Meirelles, especificamente para propósitos de caridade”, segundo um documento.

Blairo Maggi

Já no caso de Blairo Maggi, o ministro da Agricultura aparece como um dos beneficiários de uma offshore chamada Ammagi & LD Commodities SA, fundada nas Ilhas Cayman. De acordo com os registros da Appleby, ele e seus familiares são diretores da offshore.

Como fica a situação desses ministros perante a Justiça brasileira após a divulgação desses dados?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *