,

Não se fala mais nada sobre o escândalo da Globo?

Globo faz cortina de fumaça para abafar o caso

A Globo está fortemente envolvida e indiciada no escândalo de corrupção que abalou a estrutura mundial do esporte. Somente com a última Copa do Mundo a emissora ganhou R$ 2,8 bilhões de lucro com os direitos de transmissão. E são esses direitos que a justiça americana questiona.

Na Corte do Brooklin, nos Estados Unidos da América, diversos delatores citaram o esquema de pagamento de propina orquestrada pela Globo para obtenção da exclusividade dos direitos de transmissão. A Globo está sob uma forte investigação nos Estados Unidos da América. A justiça americana já determinou a prisão de Jose Maria Marin filiado ao PTB e ex-dirigente da CBF. Em breve irá indiciar outro brasileiro, Marco Polo del Nero e Ricardo Teixeira, ambos ligados a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Em quase todos os depoimentos dados pelos delatores, incluindo o empresário e ex-sócio da Globo, J, Hawilla, a emissora foi citada por envolvimento no esquema de corrupção. A direção da Globo nega, mas a justiça americana comprova os atos de corrupção e segue aprofundando nas investigações.

Os proprietários da Televisa também estão indiciados por envolvimento na quadrilha que fraudou contratos, pagou e recebeu propinas em troca de garantias de exclusividade.

Há indícios que a Globo usa o julgamento de Lula como cortina de fumaça para desviar o foco da opinião pública sobre o escândalo de corrupção.

A emissora será indiciada nos EUA e terá que responder pelos crimes supostamente cometidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *