,

Ninguém fez nada! Então quem está mentindo é a Justiça?

Durante toda semana, em todos os noticiários brasileiros, na televisão e internet, não se falou noutra coisa que não fosse a lista divulgada pelo ministro Edson Fachin com nomes dos envolvidos em esquemas de corrupção.

Presidente, ex-presidentes, senadores e ex, deputados, assessores, advogados, empresários, filhos, amigos, uma verdadeira quadrilha organizada atuando no âmbito do poder público.

Os telejornais ampliaram o horário para melhor realizar a divulgação devido ao volume de denúncias envolvendo a cúpula da política brasileira.

Espanta que ao mesmo tempo que foram declinados os nomes logo a seguir os apresentadores liam as notas emitidas pelas assessorias dos envolvidos. Nelas todos disseram que não cometeram crimes. Alguns,mais ousados, avisaram que irão processar quem fez as denúncias.

Cinismo? Mau caratismo? Falta de decoro? Cara de pau? Falta de vergonha? Afinal, pelo que ficou entendido ninguém fez nada e tudo não passa de calúnia. O Brasil perde seu tempo.

Se for analisar por todas as notas que foram lidas mentiram os delatores, a Organização Odebrecht, o Emílio Odebrecht, Marcelo #Odebrecht e todos que foram à Justiça declarar algo contra esse ou aquele político.

Se for analisar pela vida e o patrimônio de todos os citados na lista de #Fachin é possível acreditar que eles têm uma vida incompatível com o que ganham. Desse ponto de vista a nota emitida pelas assessorias não passa de balela, sarcasmo e cinismo.

É incrível imaginar que todos esses nomes relacionados pelo ministro Edson Fachin passaram pela Receita Federal sem que fossem percebidos. Ninguém notou a evolução patrimonial de nenhum deles? Os Tribunais de Contas aprovaram as contas de todos os governadores citados? Estranho isso…

Da forma que colocam cada um dos relacionados é inocente, um coitado, gente digna. Ninguém fez nada. Nenhum deles recebeu propina, caixa 2, vantagem ilícita em contratos arranjados e etc.

Sendo assim, fica subentendido que quem está errado e deveria ser investigado é o pessoal da força tarefa da Lava Jato e a Polícia Federal. É a verdadeira inversão de valores!

Um Comentário

Leave a Reply
  1. Seu ministro gilmar mendes CURITIBA ñ é o PADRÃO, MAS VC É O PODRÃO DA SUPREMA CORTE. GILMAR ACHO Q EU AINDA VOU VER VC NA CADEIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *