,

O Globo já passou dos limites

Não é gozação. Não é nenhuma piada. O Globo publicou uma matéria com a seguinte título: “Homem é assassinado ao tentar assalto em frente a agência bancária”.

Numa tentativa absurda de tentar perturbar a ordem pública a velha imprensa busca enaltecer o criminoso e incriminar quem defendeu os clientes. É quase como dizer que um “homem” desempenhava seu ofício quando foi morto a tiros. Como se assaltar fosse um trabalho digno.

Só faltou afirmar que o fato de o bandido ter sido alvejado antes do assalto foi um acidente de trabalho.

Na matéria os “profissionais” de O Globo deram o seguinte texto: “Um homem foi assassinado a tiros nesta segunda-feira (31) por volta das 13h em frente a uma agência bancária localizada na Avenida Barão de Gurguéia, zona Sul de Teresina. Segundo o delegado Francisco da Costa, o Baretta, três dos quatro disparos atingiram o tórax da vítima, que morreu ainda no local.”

Parece piada de mau gosto!

Quem ler a matéria percebe que ao longo de todo o conteúdo O Globo permanece colocando o homem na condição de vítima.

Se existe limite, O Globo já extrapolou.

Para não ficar nenhuma dúvida sobre o posicionamento adotado pelo O Globo na matéria abaixo estamos disponibilizando o link para você constatar.

CLIQUE AQUI E CONFIRA: http://g1.globo.com/pi/piaui/noticia/2016/10/homem-e-assassinado-ao-tentar-assalto-em-frente-agencia-bancaria.html

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *