,

Palocci decidiu delatar

O “italiano” prestou depoimento ao juiz federal da 13ª Vara de Justiça, em Curitiba, nesta quinta-feira (20).

Antônio Palocci é a peça chave que a Lava Jato mantém na prisão assim que estourou o esquema de corrupção envolvendo a Odebrecht. OAS, Carioca Engenharia, #Petrobras e os políticos brasileiros.

Na planilha da #Odebrecht ele aparece com a alcunha de “italiano”.

Abandono

#Palocci foi abandonado pelos seus companheiros de partido que estão no poder e os que permanecem fora porém gozam de plena liberdade custeando advogados caríssimos.

Lula, por exemplo, considerado o “chefe da quadrilha” pelo MPF, tem a seu dispor uma banca milionária de advogados. Quem paga? O serviço prestado por Palocci e Dirceu, ambos presos.

Braço direito de Lula e Dilma, o “italiano” prestou depoimento ao juiz Sérgio Moro ocasião que demonstrou interesse em fazer delação premiada.

Caso a Justiça considere a delação de Palocci importante, ele poderá gozar de privilégios como cumprir a pena em casa na companhia da família.

Delação

Antonio Palocci diz estar disposto a revelar “nomes e operações”, sinalizando de forma oficial uma delação premiada.

Veja o vídeo clicando aqui.

Seguem trechos:

“Fico à sua disposição hoje e em outros momentos, porque todos os nomes e situações que eu optei por não falar aqui, por sensibilidade da informação, estão à sua disposição o dia que o sr. quiser. Se o sr. estiver com a agenda muito ocupada, a pessoa que o sr. determinar, eu imediatamente apresento todos esses fatos com nomes, endereços, operações realizadas e coisas que vão ser certamente do interesse da Lava Jato. (…) Acredito que posso dar um caminho, que talvez vá dar um ano de trabalho, mas é um trabalho que faz bem ao Brasil” (grifamos)

Um Comentário

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *