,

Petistas são condenados pelo juiz Sérgio Moro

O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o empresário Ronan Maria Pinto foram condenados por lavagem de dinheiro em uma ação penal oriunda da Operação Lava Jato a cinco anos de prisão em regime inicial fechado.

A sentença do juiz federal Sérgio Moro – responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância na primeira instância – é desta quinta-feira (2) e referente à 27ª fase da operação, deflagrada em abril de 2016.

“Condeno  Delúbio Soares de Castro, Enivaldo Quadrado, Luiz Carlos Casante, Natalino Bertin e Ronan Maria Pinto pelo crime de lavagem de dinheiro, consistente, no repasse e recebimento, com ocultação e dissimulação, de produto de crime de gestão fraudulenta de instituição financeira”, diz um trecho da sentença.

Ronan é aquele que, segundo relato de Marcos Valério, estava chantageando Lula, José Dirceu e Gilberto Carvalho com denúncias sobre a morte de Celso Daniel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *