,

Polícia prende quadrilha que fraudava aposentadoria

A Polícia Federal deflagrou a operação “Mimetismo” para apurar fraude na Previdência Social no Ceará e no Pará. A quadrilha era especializada em produzir documentos falsos e contratar idosos que atuavam como figurantes para requerer aposentadoria por idade.

Os agentes descobriram o esquema após desconfiarem dos diversos benefícios que eram concedidos em algumas agências do INSS. O grupo desvio mais de R$ 2 milhões em apenas cinco anos de atuação.

Os idosos contratados recebiam R$ 500 para fazer parte do esquema. Após a concessão do benefício o grupo pegava os cartões e senhas para realização de saques e empréstimos.

A Polícia cumpriu diversos mandados de busca e apreensão, e outros de prisão. Na casa de um dos envolvidos os agentes federais encontraram diversos cartões de benefício e R$ 30 mil em espécie. A polícia tem informações que os bandidos compraram imóveis, carros de luxo e joias.

Os nomes e imagens dos presos não foram divulgados para não atrapalhar as investigações que continuam em outros estados.

Há suspeita que alguns funcionários da Previdência tenham participação no esquema criminoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *