,

Queijo, bacalhau e iogurtes na cela

O Rio de Janeiro vive uma calamidade em todos os setores do estado, não é diferente no sistema prisional. O ex-governador Sérgio Cabral deve ter muitos poderes e influências. Se a justiça federal não conseguiu manter sua transferência, como impedir o que entra e sai na cela dele?

Nesta semana uma revista de rotina realizada pelos procuradores do MPRJ localizou dentro da cela de Sérgio Cabral diversos produtos que não consta da lista de autorização de entrada, se constam deveriam estar armazenados de outro jeito.

Queijos em peças inteiras, bolinho de bacalhau e até iogurtes dentro de suas embalagens originais foram encontrados de posse do ex-governador. A portaria que regula a entrada de produtos dentro do presídio determina que o detento pode receber três bolsas de alimentos. Na cela de Cabral tinha um estoque de bebidas e alimentos armazenados em baldes.

Os alimentos foram apreendidos e encaminhados ao Instituto de Criminalística Carlos Eboli, no Rio de Janeiro.

A presença desses alimentos ainda inteiros e dentro de suas embalagens originais apontam a fragilidade do sistema penitenciário. É algo simples que sinaliza uma situação mais grave. Lá, pelo visto, pode entrar tudo. Resta saber: qual é o preço disso?

Um Comentário

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *