,

“Ração de porco” para os pobres e apoio à corrupção em Brasília

Doria que apoia corruptos que servir ração para os pobres

O prefeito de São Paulo, João Doria Jr., quer acabar com a miséria e a fome distribuindo um tipo de alimentação em grãos produzido por sobras de alimentos. O tal “suplemento” é uma daquelas ideias que apaziguam o espírito de quem sabe o que precisa ser feito mas não faz.

Doria lançou a ideia do composto alimentar envolta num discurso cheio de demagogia e uma pretensa intenção de demonstrar estar preocupado com a miséria em São Paulo.

No passado entidades ligadas aos religiosos tiveram a mesma iniciativa com a tal multimistrura, uma espécie de farinha produzida com o reaproveitamento de sobras de alimentos. O resultado é pífio.

Alimentos como esse que o Doria tenta introduzir na sociedade com uma roupagem diferente e mais moderna, são utilizados em regiões de guerra onde há extrema pobreza em razão da escassez de comida consequência dos conflitos.

No Brasil não há escassez de alimentos, o que existe é a promoção em larga escala do abismo social. O que há é a privação de acesso da classe trabalhadora ao consumo. A injustiça social no país passa pelo partido de João Doria que banca a corrupção na esfera federal gerando enormes bolsões de miséria e violência.

Doria quer combater o que ele mesmo produz em larga escala quando decide apoiar um Governo Federal corrupto.

O combate à fome no Brasil passa pela Lava Jato, pelo Ministério Público Federal e a Procuradoria-geral da República em ações que tirem de circulação na vida pública os nomes do PT, PSDB, PMDB e demais envolvidos em corrupção.

Doria faria mais pelo povo de São Paulo se pedisse a investigação de Michel Temer, a prisão de Lula e Aécio Neves e a saída imediata do PSDB da base do governo.

Você acha mesmo que ele fará o que precisa ser feito?

3 Comentários

Leave a Reply
  1. Dentre todos os corruptos da história, ou não, que já se candidataram talvez o Dória seja o melhor candidato, mas ainda não é um bom candidato para nossos tempos. Digamos que até melhor do que ele é o candidato do Paraná, que por sua vez nunca denunciou a corrupção antes dela ser tão conhecida pelo povo, com tantos detalhes. Em síntese, Bolsonaro, é o único candidato que desponta sobre todos eles, diria, um Jânio Quadros com um enorme vassoura, sem os defeitos do original. Eles se assemelham em muito como a transparência, o discurso direto e a independência ou singularidade que se caracteriza como um candidato independente, porém, catalizador que não precisa fazer conchavos para se promover. Também Bolsonaro teve uma grande escola que ensina em muito a boa convivência social e o bom uso da liderança pessoal com sabedoria em se firmar e identificar apoios com propósito de definir um projeto sólido. Infelizmente o Jânio original às vezes dava tiro para todos os lados e não sabia conquistar pares e liderados para um determinação de um sólido projeto social, amplo.

  2. Esses cabeças de bagres que ficam patendo com as linguas na boca, mas nunca faz nada para esses vagabundos moradores de rua. Dória, deixe esses párias de ruas que muitas vezes deixam suas casas para viver a “doce vida”, ou seja, sem trabalhares e cairem nas drogas. Dinheiro para comprarem drogas esses párias têm, mas comprarem comidas e roubas não. Por favor, não jogue dinheiro fora com essa praga de gente que nos trazem problemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *