,

Rombo no BNDES é de R$ 184 bilhões

O trio dos empréstimos

O governo anunciou recentemente que o rombo da dívida pública é de R$ 159 bilhões porém a equipe econômica não alertou sobre o rombo no BNDES que custará à União R$ 189 bilhões. Esse buraco nas finanças é resultado da irresponsável política de empréstimos adotada pelo banco no governos Lula e Dilma a partir de 2009.

Essa dívida é resultado de inúmeros empréstimos subsidiados ao BNDES feitos através do Tesouro Nacional. É algo assustador. O governo omite a informação de que o pagamento desse montante se arrastará pelos próximos 40 anos, conforme cálculos da Fazenda encaminhados ao Tribunal de Contas da União.

Odebrecht e J&F

Na lista de beneficiários diretos de empréstimos retirados via BNDES com juros baixíssimos e condições extraordinárias consta a Odebrecht e o grupo J&F as principais envolvidas nos escândalos de corrupção apurados pelo Ministério Público Federal, a PGR e a Polícia Federal.

O montante de R$ 189 bilhões injetados no BNDES deram um fôlego superficial na economia brasileira. As operações de crédito, pelo que está sendo constatado, custaram muito caro devido aos pagamentos de propinas que geraram contratos superfaturados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *