,

Suzane ganha saidinha para o Dia dos Pais

Suzane Von Richthofen, condenada a 39 anos de prisão por matar os pais, deixou a penitenciária feminina de Tremembé para a saída temporária de Dia dos Pais, benefício concedido pela Justiça a detentas em regime semiaberto.

São situações que somente no Brasil é possível contemplar. O fato é debatido e discutido nas redes sociais onde os internautas consideram ser um absurdo esse tipo de benefício para quem um dia matou os próprios pais com requintes de crueldade.

A lei garante esse tipo de benefício

A possibilidade de saída temporária está prevista na Lei de Execuções Penais a quem cumpre pena em regime semiaberto e depende de autorização judicial, diferentemente do indulto, que significa o perdão da pena. Em São Paulo, de acordo com a Procuradoria-Geral do Estado, o benefício é concedido na Páscoa, no Dia das Mães, no Dia dos Pais, no dia de Finados e nas festas de fim de ano.

4 Comentários

Leave a Reply
  1. Não é a primeira vez que vejo um post imbecil como esse. Na verdade, independente do nome, as ‘saidinhas’ são previstas na Lei de Execuções penais e os presos tem direito a uma quantidade anual. Para facilitar a operacionalização, saem todos os presos de uma vez e por isso, não se leva em consideração se o beneficiado matou o pai ou a mãe e sai nessa data, mas saem todos. Tá bom ou tem que explicar mais??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *