,

Temer autoriza taxa obrigatória no lugar do imposto sindical

A falsa reforma trabalhista promovida pelo Governo Federal e a maioria dos deputados federais e senadores começa mostrar seu lado obscuro. Para conter a sede de dinheiro dos diversos sindicatos o presidente Michel Temer cedeu e autorizou a criação da taxa obrigatória.

Michel Temer anunciou que vai editar mais uma Medida Provisória para regulamentar a taxa obrigatória que não trará o percentual a ser descontado de cada trabalhador, mas um valor que ainda será informado pelos sindicalistas.

A informação é do Estadão.

O modelo previsto para entrar em cena prevê a realização de assembleias para debater qual será o melhor valor a ser descontado dos trabalhadores. A contribuição será descontada também daqueles que não estarão sob a CLT, os novos contratos terceirizados. A contribuição negocial é praticamente obrigatória e mais abrangente do que o imposto sindical que incidia apenas sobre os sindicalizados.

7 Comentários

Leave a Reply
  1. Imposto SINDICAL Obrigatório, sr. Temer, ??
    Não somos uma Ditadura.
    O trabalhador foi consultado.
    O sr. está pagando a sua dívida com os que votaram pela sua permanência, mas a Fatura é do Trabalhador.
    Esta é uma atitude Republicana???? ou Autoritária = na Venezuela???

  2. Os parasitas sindicalistas vão continuar roubando o dinheiro ganho do suor do trabalhador. Esses sangue sugas, não fazem nada pela classe trabalhadora, qual é o motivo então do trabalhador contribuir para que esses mafiosos dos infernos tenha vida boa? Malditos parasita e ladrões de sangue

  3. Michel Temer parabéns seu traidor, golpista e chefão dos corruptores e corruptos de todo Brasil “Michel Temer”. Onde estão os sindicatos para se posicionar?

  4. Estes comunistas querem levar os trabalhadores à miséria total. Mais impostos e taxas para sustentar comunista vagabundo implantando ditadura. É o fim!
    Queremos Bolsonaro 2018

  5. Enquanto isso a população esta inerte, dormindo em berço esplêndido. Isso não tem mais jeito. Temos que ir pras ruas e pedir Intervenção Militar. Estão nos escravizando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *