,

Temer libera garimpo em reserva nacional na Amazônia

O presidente Michel Temer faz o que pode e não pode para arrumar dinheiro. Nesta semana ele autorizou a exploração mineral em uma área de preservação ambiental na Amazônia. A área que foi “liberada” pelo Governo Federal corresponde ao tamanho do estado do Espírito Santo.

Numa canetada, através de decreto, o presidente deu carta branca para mineradores atuarem na região que fica próxima a Aldeia Indígena Waiâpi.

Ambientalistas temer que com o avanço das máquinas sobre a Amazônia outras áreas sejam afetadas e desmatadas. É bem provável que conflitos entre mineradoras e povos indígenas também ocorram o que pode causar grande derramamento de sangue na região.

O local é rico em ouro e minerais nobres como minério de ferro, manganês, platina e níquel.

A medida gerou críticas de grupos ambientalistas, que temem a exploração desenfreada da área — incluindo desmatamento madeireiro — e uma possível corrida do ouro, tanto por grandes mineradoras como por indivíduos, o que pode ocasionar pressão nas terras indígenas e problemas sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *