,

Temer quer acabar de vez com a Câmara dos Deputados

O restinho de credibilidade que ainda resta vai para o ralo

De acordo com a delação da JBS mais de 1900 parlamentares estão envolvidos com o grupo dos irmãos Batistas, Joesley e Wesley, em transações financeiras suspeitas de contratos públicos em troca de grandes propinas e dinheiro para campanhas. Desta forma a Câmara dos Deputados viu a confiança do povo brasileiro despencar contra a Instituição. Confiança que já não era muita.

O presidente Michel Temer pode soterrar de vez o restinho de credibilidade que ainda resta aos deputados federais que terão que votar se aceitam ou não a abertura de investigação contra o Chefe do Executivo. A Câmara não irá investigar, apenas permitirá a abertura ou não do processo.

As chances de desmoralização geral da Casa é muito grande.

Ultimamente o presidente Michel Temer abandonou a agenda de compromissos com estados e municípios, além de desmarcar encontros com empresários e autoridades de outros países, somente para cuidar do assunto criminal que envolve sua pessoa.

O vai e vem de parlamentares ao Palácio da Alvorada tem sido intenso nesta semana. O objetivo é formar acordos que proporcionem o ganha-ganha entre a parte acusada (o presidente) e o deputado, o agente que pode impedir a justiça de trabalhar. Nessa toada é que o Brasil perde.

A operação Lava Jato já comprovou que os métodos praticados para obtenção de algum objetivo dentro do sistema político brasileiro não são dos melhores. Venda de Mps, cargos, diretorias, pagamentos de propinas e favorecimento ilícito em empresas públicas são alguns dos meios mais utilizados. Assim, o Brasil perdendo e a democracia continua sendo desmoralizada.

2 Comentários

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *