,

Terrorista repassou US$ 1 milhão para campanha de Lula

O ditador líbio Muamar Kadafi um dos homens mais perversos e sanguinários da Líbia, repassou US$ 1 milhão, em 2002, para a campanha do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva. Kadafi fez o repasse mediante acordo entre as partes em caso de vitória de Lula.

Antônio Palocci, homem de confiança de Lula e do PT, prometeu contar detalhes desse acordo entre Lula e o sanguinário Muamar Kadafi, que originou na entrada de dinheiro sujo na campanha petista em 2002.

O ditador Kadafi foi morto durante um combate na cidade de Sirte. Um vídeo amador exibe militares das forças de oposição conduzindo o corpo de uma pessoa que eles afirmam ser o líder líbio.

Caso a delação de Antônio Palocci seja confirmada o Partido dos Trabalhadores pode ter seu registro cassado em razão de recebimento de dinheiro ilícito não declarado em campanha.

Lula terá que explicar mais essa denúncia e os termos desse acordo.

A denúncia foi publicada na edição da revista Veja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *