,

Teve um ataque epilético? Veja a história do “atropelador” de Copacabana

O Detran classifica como “acidente” alguém dirigir sem autorização e matar pessoas inocentes.

O homem que atropelou dezenas de pessoas em Copacabana disse ter tido um “ataque epilético” enquanto dirigia seu veículo. O impressionante é que ele ainda tentou fugir do local, mesmo sob efeito do tal “ataque epilético”.

Antônio de Almeida Anaquim, de 41 anos, está com a sua habilitação suspensa desde maio de 2014. De lá para cá ele nunca caiu numa blitz da polícia. Estranho, não?

No site do Detran-RJ é possível constatar que o motorista atropelador tem 62 pontos e 14 multas acumuladas em apenas 5 anos.

Segundo o produtor Leslie Leitão, da TV Globo, havia remédios para epilepsia no carro de Antonio. Imagens mostram embalagens dos remédios Depakote, Lamitor e Tegretol, todos usados no tratamento da doença.

O Detran do Rio de Janeiro emitiu nota sobre o caso. Confira!

O Detran-RJ informa que o motorista Antonio de Almeida Anaquim, responsável pelo acidente na noite desta quinta-feira (18.01) na orla de Copacabana, está com a sua Carteira Nacional de Habilitação suspensa desde maio de 2014. No entanto, o cidadão não cumpriu com a exigência de devolução da CNH para realização de curso de reciclagem. Por cometer um crime de trânsito ao dirigir com a carteira suspensa, o cidadão terá sua documentação cassada, como determina a legislação federal de trânsito. Neste caso, o Detran esclarece que cumpriu com todo o trâmite do Código Brasileiro de Trânsito. O Detran-RJ, assim como toda a sociedade carioca, se solidariza com as vítimas deste acidente.

O Detran classifica como “acidente” alguém dirigir sem autorização e matar pessoas inocentes.

Um Comentário

Leave a Reply
  1. Ele assumiu o risco de assassinato ou qualquer incidente, em primeiro lugar, quando ele mentiu ao responder os formulários do Detran sobre seu estado de saúde. Assumiu por outros motivos, como as multas que tivera no passado. Assumiu pela sua atitude arrogante na delegacia, manifestada no seu olhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *