,

Trabalhadores matam patrão que anunciou demissão de 25 mil funcionários

A indústria siderúrgica Tonghua Aço e Ferro viu seus funcionários revoltados depois que o diretor da empresa decidiu anunciar que faria a demissão de 25 mil dos 30 mil funcionários.

O descontrole dentro da sala de reuniões onde estava um grande número de funcionários foi instantâneo e provocou o quebra-quebra. Os trabalhadores estavam com dois meses de salários atrasados e foram informados que haveria uma grande demanda pela produção de aço. A notícia sobre a demissão em massa foi uma surpresa.

A morte do diretor ocorreu na combinação entre a demissão em massa e a diferença salarial: 25 mil trabalhadores que ganham cerca de 200 Yuen por mês (cerca de R$9,90 por mês trabalhado), e uma diferença de mais de um milhão de reais com o diretor chefe, o que faz a morte ser um mero detalhe mediante a situação dramática de milhares de pessoas que dependem de seu trabalho (uns dos mais precários do mundo) para sobreviver.

Os chineses, após a morte do diretor, decidiram fechar as ruas que davam acesso a planta da indústria e pararam as atividades até que todo o problema fosse resolvido.

A polícia foi acionada e o confronto com os operários se iniciou na porta da fábrica gerando centenas de feridos.

O governo chinês decidiu suspender a venda da estatal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *